SE: apenas 14 dos 75 municípios levam o material para um aterro sanitário

Professor Resíduo
09:00:AM - 06/Jun/2017
SE: apenas 14 dos 75 municípios levam o material para um aterro sanitário
(Foto: Reprodução EPTV/Erlei Peixoto)

Lixo descartado de forma irregular pode contaminar o lençol freático.

06/06/2017 | 09h00

Seminário discute descarte do lixo em Sergipe

Nesta terça-feira (6), o auditório do Tribunal de Contas de Sergipe (TCE), em Aracaju (SE), recebe o seminário “Cidade sem Lixão” voltado para a sensibilização e motivação dos gestores para a realização e implantação da coleta seletiva, que será discutida com secretários de meio ambiente, presidentes das câmaras de vereadores e prefeitos.

O assunto é preocupante, pois segundo a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, em Sergipe apenas 14 dos 75 municípios descartam o lixo em um aterro sanitário localizado no município de Rosário do Catete. Já no Nordeste, 48% dos resíduos sólidos vão para os lixões.

Os municípios sergipanos que fazem o descarte de forma adequada são: Aracaju, Rosário, Nossa Senhora do Socorro, Barra dos Coqueiros, Carmópolis, São Cristóvão, Riachuelo, Laranjeiras, Siriri, Santo Amaro das Brotas, Maruim, Japaratuba, Divina Pastora e Pirambu.

De acordo com os especialistas, as cidades que ainda têm lixões em locais inadequados acabam contribuindo para um impacto negativo no meio-ambiente e podem prejudicar a saúde da comunidade. Podendo inclusive, contaminar o lençol freático e os rios.