Semana do Meio Ambiente: 200 pontos de lixo devem ser desfeitos até o fim do ano em Fortaleza

Professor Resíduo
10:30:AM - 07/Jun/2017
Semana do Meio Ambiente: 200 pontos de lixo devem ser desfeitos até o fim do ano em Fortaleza
EVILÁZIO BEZERRA

Ação de limpeza no açude Jangurussu contou com a participação voluntária de moradores do entorno

07/06/2017 | 10h30

De acordo com a Seuma, a retirada dos resíduos é acompanhada de ações de conscientização e fiscalização no entorno dos locais

Quando uma professora foi morar nas proximidades do açude Jangurussu, há cerca de 14 anos, o lixão da rua Paraisópolis já estava instalado. O local é um dos 40 pontos de lixo que foram requalificados ou estão nesse processo. 

Até o fim do ano, outros 160 pontos serão retirados — somando 200 pontos desfeitos e requalificados em todas as regionais de Fortaleza, de acordo com a Secretaria Municipal do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma). A professora foi uma das voluntárias na ação de conscientização ambiental e limpeza realizada pela Seuma no açude Jangurussu, na manhã de terça (06).

Na ação, parte da programação da Semana do Meio Ambiente, a população recebeu mudas de plantas nativas e participou de pintura do muro onde era localizado o ponto de lixo.

O engajamento da população na revitalização dos espaços que antes eram pontos de lixo é um dos principais fatores que contribuem para que não haja reincidência, de acordo com a coordenadora de políticas ambientais da Seuma.

Dois anos após sanção da lei sobre manejo de resíduos sólidos, Fortaleza ainda tem mais de mil pontos de lixo.

“É necessário o compromisso da comunidade e a atuação do poder público. Queremos transformar os espaços que estavam degradados por meio da gentileza urbana e da responsabilidade compartilhada”, explica. Segundo a coordenadora, o processo para a limpeza do ponto demanda diálogo com o proprietário do espaço, em casos de propriedades privadas, e conscientização da comunidade.

“A requalificação consiste na restauração e melhoria do muro, calçada, quando necessário. Precisamos conscientizar de que não é certo o ponto de lixo”. O processo se inicia com a identificação do proprietário para que a revitalização do espaço seja conversada. “A gente dialoga com os proprietários e eles têm concordado com as mudanças. Alguns pedem para fazer no mês seguinte para se organizar”, acrescenta.

Serviço 
Para sugerir pontos de lixo para requalificação

Seuma
Telefone: 3452 6910
E-mail: reciclando.atitudes@fortaleza.ce.gov.br
Facebook: www.facebook.com/SEUMA.Fortaleza/