SC: universitário da UFSC apresenta proposição de melhorias na gestão dos resíduos em Nova Veneza

Professor Resíduo
02:00:PM - 10/Aug/2017
SC: universitário da UFSC apresenta proposição de melhorias na gestão dos resíduos em Nova Veneza
https://www.portalveneza.com.br

10/08/2017 | 14h00

Com os dados vai ser trabalhada uma proposta para a melhoria da coleta seletiva existente, trazendo benefícios para toda a comunidade e o meio ambiente.

Com a intenção de aprimorar o descarte dos resíduos dos moradores de Nova Veneza, Renan Benetton, estudante Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) apresentou ao prefeito Rogério Frigo, vice Sérgio Alberto Spilere e ao presidente da Fundação do Meio Ambiente de Nova Veneza (Fundave) Juliano Dal Molin, o Trabalho de conclusão de curso – TCC que visa auxiliar na gestão dos recursos sólidos no município.

Durante um ano, Benetton fez o estudo técnico do processo de coleta, separação, principalmente, dos resíduos recicláveis. Se houver uma melhoria no processo de reciclagem, contando com a colaboração efetiva da população, em uma projeção de 15 anos, a estimativa é de gerar até R$ 3 milhões com a venda dos materiais e uma economia de mais de R$ 1 milhão no envio dos materiais para aterro sanitário. O universitário destacou que o município tem iniciativas de coleta seletiva, porém ainda pequenas, possuindo um grande potencial para melhorias. “O estudo engloba mais a parte de resíduos sólidos a fração reciclável, tanto o resíduo seco que o papel, plástico, papelão e vidros, quanto os orgânicos que seriam as sobras dos alimentos. Em função do déficit muito grande da gestão, a intenção é construir uma proposta para que os materiais recicláveis e orgânicos sejam aproveitados dentro do município. Com isso, se economiza com a destinação final e gera renda dentro de Nova Veneza, podendo também aplicar o mecanismo de inclusão social”, afirma Benetton.

Para o presidente da Fundave, Juliano Dal Molin, o estudo demonstra situação atual no quesito resíduos sólidos no município e destaca o potencial que temos para ampliar o sistema de coleta seletiva. “Com o estudo percebemos que além da fração reciclável temos uma grande fração de resíduos orgânicos que podem ser valorizados através da compostagem, seja ela, em domicílio ou até mesmo em uma futura horta comunitária. Com os dados vamos trabalhar em uma proposta para a melhoria da coleta seletiva existente, trazendo benefícios para toda a comunidade e o meio ambiente”, ressaltou.

O prefeito Rogério Frigo afirmou ser um trabalho de persistência a coleta de recicláveis. “Hoje, o município recolhe de 200 a 220 toneladas de lixo e ainda 30 toneladas de resíduos recicláveis por mês. Vamos estudar a viabilidade de fazermos um projeto impactante para a gestão dos resíduos sólidos, Uma ação de resultados. Existe uma preocupação muito grande, pois o lixo e a água serão os nossos problemas futuros”, finalizou.

Informações: https://www.portalveneza.com.br