Prefeitura de Vitória gasta mais de R$ 300 mil com descarte irregular de lixo

Professor Resíduo
02:00:PM - 06/Sep/2017
Prefeitura de Vitória gasta mais de R$ 300 mil com descarte irregular de lixo
Foto: Diego Alves/PMV

06/09/2017 | 14h00

De janeiro a agosto deste ano, a Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Urbanos (Semmam) de Vitória aplicou 175 multas de descarte irregular de resíduos (entulho e lixo) e 194 para terrenos abandonados.  As denúncias podem ser feitas pelo Fala Vitória 156. Somente em agosto, foram recolhidas 3,5 mil toneladas de entulhos e lixo, uma média de 300 toneladas por dia. Até o momento, foram visitadas 17 comunidades.

Para inibir o surgimento de pontos irregulares nos bairros de Vitória está sendo realizado uma operação de caça a infratores. Quando novos pontos são encontrados, é providenciado a remoção do lixo e, se houver o flagrante do descarte de lixo ou entulho, o infrator pode receber multas que podem variar de R$ 320,02 a R$ 640,04, em caso de reincidência.

De acordo com a Semmam, levantamentos apontam que, mensalmente, são recolhidos algo em torno de 2,4 mil toneladas de lixo e entulho descartados de forma irregular em pontos da cidade, os popularmente conhecidos “pontos viciados de lixo”, fazendo com que a administração municipal gaste cerca de R$ 320 mil com a coleta, o transporte e o aterro do lixo.

“Usamos todos os recursos para levar o conhecimento para as escolas e comunidades. Estamos com a campanha ‘Vitória Cidade Limpa’ e vamos usar o rigor da lei para punir quem suja as vias públicas e quem mantém terrenos abandonados, virando pontos viciados de lixo. Nossos fiscais estão monitorando todos os pontos críticos já levantados até o momento. Estamos fazendo a nossa parte e parte da população está fazendo a parte dela, denunciado as irregularidades para que possamos agir”, destacou o secretário de Meio Ambiente e Serviços Urbanos, Luiz Emanuel Zouain.