AL: Promotoria em Santana quer informações sobre lixões no Sertão

Professor Resíduo
02:30:PM - 06/Sep/2017
AL: Promotoria em Santana quer informações sobre lixões no Sertão
(Foto: Alagoas na Net)

1ª Promotoria em Santana requereu as informações

06/09/2017 | 14h30

O Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE-AL), através da 1ª Promotoria da Comarca de Santana do Ipanema, requereu das Prefeituras de Olivença e de Santana do Ipanema informações sobre o funcionamento de lixões nas cidades.

Na quinta-feira (31) da semana passada e nesta segunda (4) foram publicadas no Diário Oficial de Alagoas as portarias assinadas pela promotora Viviane Karla da Silva. Por telefone, a integrante do MP informou à reportagem que chegou recentemente à Comarca e está dando continuidade a procedimentos existentes.“Existia a determinação do antigo promotor para fazer esse oficio e pedir esclarecimentos aos municípios. Mas o oficio ainda não tinha sido feito. A intenção é saber se os municípios aderiram ao consórcio, dentre outras informações”, relatou a promotora.

As duas cidades sertanejas tem prazo de 10 dias (contados a partir do recebimento do oficio) para das as devidas respostas. A promotora Viviane Karla afirmou ainda que somente após tais informações poderá indicar os procedimentos a serem feitos pelo MP.

Cidades devem informar legalidade
Apesar de ainda não entregarem as informações ao MP, segundo apurado pelo site as duas prefeituras devem informar que não utilizam mais seus lixões. Através de mensagens de celular o diretor de Meio Ambiente de Olivença, José Luiz Bulhões confirmou que desde o ano passado o município integra o Consórcio Intermunicipal para Gestão dos Resíduos Sólidos (Cigres) da Bacia Leiteira e por isso fechou seu antigo lixão.

Com o mesmo discurso esteve o secretário municipal de Infraestrutura de Santana do Ipanema, Genildo Bezerra, gestor da pasta responsável pelo caso. Ele confirmou que a cidade sertaneja também aderiu ao consórcio. “O lixão foi fechado dia 02 de janeiro e estamos levando do resíduo para CTR no povoado areias, zona rural de Olho d’Água das Flores”, disse o secretário.