Manaus: a magia de Natal encontrada no lixo

Professor Resíduo
10:00:AM - 06/Dec/2017
Manaus: a magia de Natal encontrada no lixo
https://manausalerta.com.br

06/12/2017 | 10h00

Há 15 anos, Gesildo Lopes Pereira, de 49 anos, mantém a rotina de acordar às 2h da manhã para buscar nas ruas e em doações o seu material de trabalho. O catador, que chega a faturar até R$ 3 mil por mês, viu neste Natal a oportunidade de ampliar a sua renda. Ele fez parte do grupo de 150 catadores de cooperativas e outros núcleos menores que forneceu garrafas PET para confecção da Árvore de Natal Sustentável da Max Teixeira, na zona Norte, parte da ornamentação promovida pela Prefeitura de Manaus em toda a cidade.

Gesildo conta que sempre sustentou a família com o lixo que cata na rua, porque conquistou bons clientes. “Aumentei a minha coleta quando a prefeitura começou a fazer Árvore de Natal com garrafas PET. Lavei as garrafas, tirei os rótulos e entreguei tudo para a cidade ficar mais bonita. Fico feliz de ver o que eu catei enfeitando Manaus e, ainda, me fazendo ganhar dinheiro e gerando consciência ambiental”, destaca.

A artista visual Rosa dos Anjos, idealizadora da Árvore de Natal Sustentável, conta que em três anos produzindo as árvores para a prefeitura já gerou mais de mil empregos diretos e indiretos. “Garrafas para nós não são consideradas lixo e sim atividade econômica. Fico muito feliz pelo prefeito Arthur Virgílio Neto e sua esposa Elisabeth Valeiko terem abraçado a causa do meio ambiente”, declara.

Produzida em aço tubular e cabos metálicos, ornada com uma combinação de materiais, a árvore utiliza toda uma estrutura de suporte feita com, aproximadamente, 55 mil garrafas PET, aproveitando o fundo das garrafas e a reflexão ótica das centenas de metros de fitas LED – última tecnologia de iluminação disponível no mercado e que consome pouca energia.

Rosa também explica que não é utilizado nenhum tipo de componente químico nas garrafas, como colas, tintas ou solventes, pois, dessa maneira, as garrafas ficam aptas para processos de reciclagem.

Cinquenta e cinco mil garrafas PET reaproveitadas pode parecer pouco quando confrontadas as estatísticas da quantidade de lixo plástico, incluindo garrafas, que são retirados todos os dias pela Prefeitura de Manaus dos igarapés que cortam a cidade.

Para o jornalista Carlos Palácio, a inclusão dos catadores e da sustentabilidade na decoração de Natal da cidade cumpre papel de sensibilização da população para a questão ambiental, que reconhece a praticidade e estética plástica do reaproveitamento de materiais como as garrafas recicláveis.

“Incita novas possibilidades para outros projetos de artistas, estudantes, pessoas comuns e cidadãos da cidade de Manaus em utilizar e construir um ambiente de economia criativa, a partir de um conceito de sustentabilidade ambiental, tendo como base o uso de materiais reutilizáveis e recicláveis”, defendeu o jornalista.

Componente social
A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) destaca a importância dos catadores para a gestão integrada dos resíduos sólidos e estabelece como princípio o reconhecimento do resíduo sólido reutilizável e reciclável como um bem econômico e de valor social, gerador de trabalho e renda e promotor de cidadania.

“O catador contribui com os aterros sanitários, uma vez que permite aumentar a vida útil dos materiais reciclados e ajuda a diminuir a demanda por recursos naturais, já que a reinserção de resíduos em cadeias produtivas pode substituir o uso de matérias-primas virgem. Sem contar que, pelo interesse econômico, também alivia o custo do serviço que é gasto pelo poder público, isso quer dizer, é um parceiro da prefeitura da cidade. Em Manaus, existem quase trezentos catadores de resíduos recicláveis”, enfatiza Carlos.

Espírito natalino
A Árvore de Natal da Max Teixeira tem importância geográfica significativa. Está localizada, praticamente, na entrada da cidade, de quem vem das estradas BR-174, AM-010 e do Aeroporto Internacional. A versão 2017 da Árvore Sustentável traz tons dourado e branco, com adornos em bordô, com iluminação estrelar, para despertar ao espírito natalino, à paz e ao amor e, claro, à sustentabilidade.