Bauru: após acordo, coletores de lixo encerram paralisação e voltam ao trabalho

Professor Resíduo
10:30:AM - 03/Jan/2018
Bauru: após acordo, coletores de lixo encerram paralisação e voltam ao trabalho
(Foto: TV TEM/Reprodução)

Após acordo, coletores poderão fazer até duas horas extras em dias de pico da coleta de lixo

03/01/2018| 10h30

Funcionários protestaram contra aumento de jornada, mas aceitaram fazer algumas horas extras em dias de pico do serviço. Caminhões voltaram às ruas no fim da tarde de terça-feira (2).

Os coletores de lixo retomaram as atividades em Bauru (SP) no fim da tarde de terça-feira (2), horas após terem paralisado o serviço em protesto contra o aumento da jornada de trabalho, de seis para oito horas por dia.

O serviço foi normalizado graças a um acordo firmado entre o sindicato da categoria e a Emdurb (Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano e Rural), e tem validade de seis meses, prazo para fim do contrato com a prefeitura.

Com isso, os bairros que estão na escala de coleta referente a segunda, quarta e sexta-feira serão atendidos a partir da manhã desta quarta-feira (3). Já os bairros que seriam atendidos nesta terça, só receberão os caminhões de coleta na quinta-feira (4).

De acordo com o Sinserm (Sindicato dos Servidores Municipais de Bauru), os coletores vão continuar trabalhando apenas seis horas por dia, exceto as segundas e terças-feiras, dias em que a demanda de serviço é maior.

Nesses dois dias, os trabalhadores poderão fazer até duas horas extras. Nas sextas-feiras, também poderá ser feita uma hora extra, caso necessário.

Ainda segundo o sindicato, essas horas extras irão para o banco de horas e, se ao final do mês o trabalhador estiver com saldos, o valor será depositado. Em caso de horas a menos, ele não terá o valor descontado.

Uma nova reunião entre a Emdurb e o sindicato deve ser marcada para negociar outras reivindicações dos coletores.