Prefeitura de Figueirão: lixão do município será enviado para o Aterro Sanitário de Três Lagoas

Professor Resíduo
09:00:AM - 15/Jan/2018
Prefeitura de Figueirão: lixão do município será enviado para o Aterro Sanitário de Três Lagoas
Prefeitura

15/01/2018| 09h00

Para melhor se adequar à Política de Resíduos Sólidos, a Prefeitura de Figueirão/MS deverá construir uma Estação de Transbordo onde hoje funciona o lixão e contratar uma empresa especializada para fazer o transporte do lixo da cidade para o Aterro Sanitário de Três Lagoas.

Estação de Transbordo é a instalação onde se faz o translado do lixo de um container coletor para veículo com capacidade de carga maior, tipo carreta ou caminhão articulado (roll on roll off). Este segundo veículo, de maior porte, é o que transporta o lixo até o seu destino final. Estas instalações podem resumir-se a uma simples plataforma elevada, dotada de uma rampa de acesso, ou a um edifício sofisticado e de grandes dimensões.

O funcionamento é da seguinte forma: a empresa especializada coloca dois (2) containers com capacidade de 25m³ (15 ton cada um), no atual aterro sanitário para receber o lixo produzido no Município e quando estiverem cheios a carreta ou caminhão articulado troca os dois containers, levando os cheios para o Aterro Sanitário e deixa mais dois vazios.

Essa ação capacitará Figueirão no quesito da Política de Resíduos Sólidos, já que o Município estará dando a destinação correta ao lixo e ficará habilitado para receber o ICMS Ecológico, o que é muito bom porque gera renda para pagar a empresa e ainda acaba com o lixão da forma como é hoje, além do fato de que Figueirão estará contribuindo com a questão ecológica, ao acabar com o lixão a céu aberto e suas consequências, como proliferação de mosquitos e moscas e acúmulo de sacos plásticos.

Com o crescimento populacional dos centros urbanos a quantidade de resíduos gerada pela atividade humana aliada à diminuição de locais adequados e a dificuldade na locomoção para a disposição final, têm se apresentado como um dos grandes desafios a serem enfrentados não só pelas administrações municipais como também por toda a comunidade geradora de resíduos.

Coletar os resíduos sólidos significa recolher o lixo acondicionado por quem o produz, para encaminhá-lo, mediante transporte adequado, a uma possível estação de transferência, para tratamento e disposição final.