Sabesp planta árvores nativas em área de represa para melhorar qualidade da água

Professor Resíduo
08:30:AM - 20/Mar/2018
Sabesp planta árvores nativas em área de represa para melhorar qualidade da água
(Foto: Reprodução / EPTV)

Sistema Cantareira opera com 53,8% da capacidade de abastecimento de água

20/03/2018| 08h30

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) iniciou, neste mês, o plantio de mais de 53 mil árvores nativas na Represa Cachoeira, que compõe o Sistema Cantareira. Segundo a Sabesp, o objetivo, sé aumentar a qualidade da água, evitar a ocorrência de enchentes, dificultar as ocupações ilegais e impedir que o lixo, pesticidas e agrotóxicos sejam arrastados para as represas.

De acordo com a companhia, isso também garante a segurança hídrica. Entre as espécies plantadas estão o ipê verde, a quaresmeira roxa, o cedro-rosa, a goiabeira vermelha, o jacarandá-do-mato e o jequitibá.

As 53 mil mudas somam-se às 213 mil árvores de espécies nativas que foram plantadas recentemente pela Sabesp em volta da Represa Cachoeira. A previsão é que, nos próximos anos, a companhia plante mais de 300 mil mudas, chegando a 2 milhões de árvores plantadas somente no Cantareira, desde 2007.

O programa Cinturão Verde Metropolitano, da Sabesp, que já plantou mais de 2 milhões de árvores no entorno dos sistemas Cantareira e Alto Tietê, foi um dos projetos escolhidos para ganhar um prêmio internacional do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), informou a própria companhia. O prêmio será entregue no 8º Fórum Mundial da Água, que está sendo realizado em Brasília.

Informações: EBC