Escola usa ações sustentáveis como método de aprendizado

Professor Resíduo
11:30:AM - 11/Sep/2018
Escola usa ações sustentáveis como método de aprendizado
https://www.dgabc.com.br

11/09/2018| 11h30

A terceira semana de elaboração de textos do Desafio de Redação teve início em três escolas de São Bernardo, duas de Ribeirão Pires, e seis de Diadema – sendo uma delas a EE José Piaulino, na Vila Monford. No local, a preocupação com o descarte irregular de lixo nas ruas motivou a criação de projetos sustentáveis junto à comunidade escolar, além de mutirões de limpeza e também a conscientização de pais em reuniões. Neste ano, o concurso literário do Diário tem o mote Uma Atitude Sustentável Pode Mudar o Mundo.

Segundo a coordenadora da unidade de ensino sustentabilidade é um dos principais temas discutidos, principalmente com os alunos dos primeiros anos do Ensino Fundamental. “Temos um projeto chamado Universo ao Meu Redor com o primeiro ciclo (crianças com idade entre 6 e 10 anos), conscientizamos os estudantes sobre a importância da reciclagem, e eles trazem pilhas e outros objetos para serem descartados aqui na escola, onde a professora pode dar a finalidade adequada”, contou.

Os demais alunos trabalham em ações de conscientização junto à comunidade, destaca a coordenadora. “A gente observa que, no bairro, e principalmente ao redor da escola, muita gente joga lixo na rua. Sempre conversamos com eles (alunos) para evitar que eles façam o mesmo”, disse. Segundo a coordenadora, o tema sustentabilidade é debatido também em todas as reuniões de pais. “No ano passado, fizemos um mutirão de limpeza pelo bairro que mobilizou toda a escola. Foi algo muito importante”, concluiu.

Alunos revelam que, apesar dos esforços para ajudar a comunidade a ser mais consciente em relação ao meio ambiente, têm dificuldade em manter atitudes sustentáveis no dia a dia. “O tema da redação me lembrou que eu não faço, mas deveria. Escrevi sobre atitudes sustentáveis que podem ajudar os hospitais”, contou o menino sobre as ideias de economia de água e separação de lixo. Já Raquel tem planos de melhorar o local onde vive. “Temos que dar o exemplo e não jogar lixo nas ruas.”

O concurso literário é uma parceria entre o Diário e USCS, patrocinado pelo Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental de São Caetano) e apoiado pela rede de academias Smart Fit.

Informações: https://www.dgabc.com.br