Educação ambiental é política eficiente na redução de lixões nos bairros

Professor Resíduo
09:00:AM - 03/Oct/2018
Educação ambiental é política eficiente na redução de lixões nos bairros
Fotos: Fagner Delgado/Asscom

03/10/2018| 09h00

Uma das políticas mais eficientes dos  serviços urbanos em Rio Branco  é a  educação ambiental. A Prefeitura de Rio Branco mantém, no âmbito da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), uma equipe de educadores ambientais que percorre os bairros da capital instruindo, informando e conscientizando acerca dos cuidados com a deposição dos resíduos sólidos. “A educação ambiental já reduziu em 60% o número dos lixões que tomavam conta dos bairros de Rio Branco”, disse o coordenador da equipe, Manoel Alexandre, técnico da Semsur.

Em Rio Branco, a política de educação ambiental foi implantada com o objetivo de gerar uma consciência ecológica em cada ser humano e oportunizar um conhecimento que permita mudar o comportamento movido pela proteção ambiental.  Nesse contexto, o desenvolvimento sustentável deve estar, também, aliado à educação ambiental.

A família e a escola devem ser os iniciadores da educação para preservar o ambiente natural. No seio familiar, desde cedo, a criança deve aprender cuidar da natureza. Na escola inicia-se o trabalho de conscientização do cuidado com o meio ambiente natural. “Visitamos cerca de 180 famílias ao mês. Nas escolas, atuamos com as crianças de 5 anos e com jovens   de 12 anos. A conscientização ambiental das famílias passa por eles”, disse Manoel.

Para os moradores a educação ambiental é fundamental.  “É importante sim. Nós aqui tomamos outra atitude depois que eles passaram a conversar e instruir a gente”, disse o mecânico Edmilson Rodrigues, que mantém uma pequena oficina de conserto de veículos na Rua Boa União, no bairro Boa União, na Baixada da Sobral.

Informações: http://www.riobranco.ac.gov.br