População cobra desativação de lixão no oeste da Bahia

Professor Resíduo
01:00:PM - 01/Nov/2018
População cobra desativação de lixão no oeste da Bahia
G1 Globo

01/11/2018| 13h00

Moradores do município de Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, estão impedindo a entrada de caminhões no lixão da cidade. Acampados no local cobram a desativação do lixão e a construção de um aterro sanitário.

A reivindicação é da lei federal 12.305/2010, que determina o fim dos lixões e substituição por aterros sanitários. Para pressionar a prefeitura, eles estão impedindo que os caminhões de coleta entrem no lixão.

Prefeito e secretária do Meio Ambiente estiveram no local. De acordo com o Prefeito, a área onde seria construído o aterro sanitário chegou a ser desapropriada, uma decisão judicial tomada a pedido de agricultores que plantam perto do local impediu o início das obras.

Não ouve acordo na reunião entre Prefeito e moradores e os manifestantes permaneceram no local. Assim, outro problema foi criado: o lixo da cidade não tem onde ser despejado e a coleta está interrompida.

Com os caminhões parados, sem coleta, as ruas estão repletas de lixo. O impasse foi criado.