Capital antecipa metas do Lixo Zero e assina adesão com entidades e associações

Professor Resíduo
08:00:AM - 11/Dec/2018
Capital antecipa metas do Lixo Zero e assina adesão com entidades e associações
Foto Cristiano Andujar/PMF/Divulgação

11/12/2018| 08h00

O prefeito em exercício assinou na sexta-feira (7) o decreto Prefeitura de Florianópolis Lixo Zero 2020, e o Protocolo de Intenções Florianópolis Capital Lixo Zero 2030.

Segundo o prefeito em exercício, a administração pública precisa ser a primeira a dar o exemplo para reduzir a geração de resíduos na cidade, transformando a cultura internamente. O decreto nº 19.199, antecipa em 10 anos as metas estabelecidas no Programa Florianópolis Lixo Zero para a Administração Direta e Fundacional da Prefeitura Municipal de Florianópolis alcançando o desvio de 90% dos resíduos secos enviados ao aterro sanitário até 2020.

O protocolo de intenções foi assinado entre a Prefeitura e as entidades empresariais e associações como compromisso de adesão às metas e diretrizes do Programa Lixo Zero em separar e destinar de forma adequada os resíduos gerados em unidades não residenciais até 2030.

O coordenador do Grupo Interinstitucional para a Gestão dos Resíduos Sólidos Urbanos de Florianópolis (GIRS) e membro da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) ressaltou que para avançar  nas questões que tratam do meio ambiente é preciso trabalhar de acordo com a política do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

O Programa Lixo Zero foi  criado em junho deste, por meio do decreto Nº. 18.646, assinado pelo prefeito. Uma iniciativa pioneira que destacou a Capital catarinense como a primeira cidade do Brasil a aderir a esta agenda. Tanto, que recentemente conquistou o Prêmio Lixo Zero, do Instituto Lixo Zero Brasil. O objetivo do instituto é promover e disseminar os melhores projetos brasileiros que representam a tomada de atitudes sustentáveis em prol do meio ambiente.

Segundo o representante do Instituto Lixo Zero Brasil , a prefeitura de Florianópolis está saindo na frente mais uma vez e vai estimular e se tornar referência para outras cidades com essa iniciativa. Ele também destacou diversas ações educativas e ambientais que já estão em prática e que unem poder público, parcerias com empresas e a sociedade.

Informações: https://ocp.news