Indonésia não que ser lixeira de países ricos e devolve containers a Hong Kong e França

Professor Resíduo
11:30:AM - 30/Jul/2019
Indonésia não que ser lixeira de países ricos e devolve containers a Hong Kong e França
AFP

30/07/2019| 11h30

A Indonésia devolveu a Hong Kong e a França sete containers de detritos ilegalmente importados. Estes containers transportavam resíduos de eletrodomésticos, detritos plásticos e de materiais perigosos, em violação das regras de importação, de acordo com os serviços alfandegários da ilha Batam, situada em Singapura.

"Os containers foram devolvidos na segunda-feira e responsáveis estiveram no local para garantir a saída daquela carga", declarou um responsável das alfândegas locais Susila Brata.

Cinco destes containers foram devolvidos a Hong Kong, e dois a França, em uma época em que os países do Sudeste Asiático multiplicam estas operações para evitarem serem lixeiras dos países ricos.

As autoridades estão agora à espera de autorizações para devolver 42 outros containers de detritos para os Estados Unidos, a Austrália e a Alemanha.

No ano passado, a decisão da China de pôr fim à importação de detritos plásticos de todo o mundo desencadeou o caos no mercado mundial de reciclagem e obrigou os países desenvolvidos a encontrarem novos destinos para o lixo produzido.

Desde então, enormes quantidades de lixo têm sido reencaminhadas para o Sudeste Asiático, onde a capacidade de reciclagem é limitada.

Cerca de 300 milhões de toneladas de plástico são produzidas todos os anos. Uma grande parte acaba nas lixeiras ou no mar, de acordo com o Fundo Mundial para a Natureza (WWF).