Carona solidária: opção para economizar em viagens e preservar o meio ambiente

Professor Resíduo
04:27:PM - 03/Nov/2015
Carona solidária: opção para economizar em viagens e preservar o meio ambiente
David Araújo

O compartilhamento de transporte começou nos grandes centros urbanos e se espalha no mundo

03/11/2015 | 04:27PM

O transporte compartilhado, que começou no centro das cidades, agora atravessa estados e ser revela opção econômica a partir do desenvolvimento de aplicativos que oferecem o serviço. O Brasil faz parte de um grupo de 15 países onde a carona emplacou

Já pensou que você pode economizar na sua próxima viagem indo de carona? Sites especializados, redes sociais e aplicativos para celular estão fazendo sucesso ao proporcionar economia com a opção. Seja, a viagem, curta ou longa, o serviço funciona em mais de 15 países, entre eles, o Brasil.

Uma das propostas é que os participantes sejam proprietários de veículo e alternem seu uso, economizando despesas e contribuindo para que haja menos congestionamentos e menos poluição do ar.

A carona reduz custos envolvidos não somente em viagens repetitivas em perímetros urbanos, onde é mais conhecida, mas também em longa distância por meio do compartilhamento de veículo, seja alugando apenas um carro ou contribuindo com os gastos do proprietário e parceiro de viagem.

As plataformas de carona na internet, além de facilitarem e baratearem as passagens, permitem conhecer novas pessoas e criar novos vínculos de amizades, além de ser alternativa mais sustentável. É o que diz Daniel Bedoya, presidente de operações no Brasil em uma das plataformas. “Além de ser seguro", acredita, "é uma ótima forma de conhecer novas pessoas. Sem contar que podemos diminuir o número de carros nas ruas, colaborando com o meio ambiente”, disse Bedoya do aplicativo Tripda.

Ele diz que a empresa nasceu de uma necessidade própria e hoje atua em diversos países, além do Brasil. Atualmente, o maior número de caronas da sua empresa se concentra em São Paulo e Minas Gerais. 

Uma das passagens mais baratas de avião no trecho São Paulo-Rio de Janeiro, custaria em torno de R$ 280, fora taxas. De ônibus, o menor preço pesquisado foi R$ 85, sem as taxas; De carona, o trecho de cerca de 430 km, pode ser feito gastando de R$ 55 a R$ 70, com a facilidade de chegar ao destino final. Os preços foram pesquisados para a data de 02/11.

“Eu acho meio arriscado, mas antes da viagem, conheço bem a pessoa com quem vou viajar. Depois, embarco e é só curtir”, disse Renato Monteiro, que já usou o serviço dentro do estado de São Paulo e pretende agora experimentá-lo em viagens internacionais.

Nas redes, se encontra o CaronaBR, plataforma que funciona como caronas para o dia a dia. No site caronas.com também é possível encontrar uma lista de caronas disponíveis e, se for o caso de ofertar, é preciso ingressar na lista do portal.

A estudante de arquivologia, Alice Amorim, já estuda como ganhar uma “grana extra” dando caronas. Ela costuma levar amigos da faculdade ao final da aula todos os dias. “Eu achei ótima e vou aderir à ideia. Posso até pegar a estrada no fim de semana para ganhar uma grana”, disse.

O aumento do interesse em viagens de carro em detrimento do transporte aéreo é revelado por sondagem do Ministério do Turismo, que mostra queda de 6,5% na busca por viagens de avião, desde janeiro, na comparação com o ano passado, enquanto cresceu 5,4% o interesse pelas viagens de automóvel.  Em boletim de julho do ministério, 73,3% dos entrevistados pretendiam viajar dentro do país, até dezembro. Entre as regiões de maior interesse, Nordeste e Sudeste são as preferidas por 43,2% e 26,2% dos entrevistados, respectivamente.

Informações: fatoonline.com.br